Meu carrinho

0

Item

Seu carrinho de compras está vazio.

Para começar a comprar, navegue pelas categorias do site ou faça uma busca pelo seu produto.

Umas Histórias: Crônicas

R$ 17,00

Umas Histórias: Crônicas

R$ 17,00

Este produto acabou, deseja ser informado quando o mesmo voltar ao estoque?

1 un
Descrição

Sobre o Autor: Alberto Moghrabi - nasceu em Alexandria, no Egito, em novembro de 1955. Imigrou para o Brasil com a família em maio de 1957. É formado em economia pela PUC-SP. Começou a escrever

Sobre a Obra: As crônicas de Alberto Moghrabi novamente saem das páginas das revistas para se imortalizarem em "Umas Histórias". Em seu primeiro trabalho, "Pequenos Contos de Enredo Indeterminado", o autor trouxe à luz uma série de impressões sobre a infância, juventude e maturidade. Desta vez, vêm à tona sensíveis e bem-humorados recortes de sua vida íntima, do círculo familiar e do mundo que o rodeia. O marcante estilo do cronista aparece em contos premiados, escritos inéditos e nos textos já publicados que fazem parte desta cuidadosa seleção prefaciada por Moacyr Scliar ("A mulher que escreveu a Bíblia").


Sinopse:

As crônicas de Alberto Moghrabi, são histórias sensíveis e bem-humoradas que tiveram relação com a sua vida intima, seu circulo familiar e do mundo que o rodeia. A história desse livro começa no início da década de 40, enquanto acontecia na Europa a Segunda Guerra Mundial. O rapaz de 18 anos aparecia na parte da tarde, na hora em que o tio, dono da loja, ia para os fundos tirar uma soneca. De gravata e abotoaduras, colocava um impecável avental branco e assumia o balcão do estabelecimento, que vendia falafel e alguns outros quitutes árabes doces e salgados. Nos finais de ano a gente sempre espera que aconteça alguma coisa diferente. Entra ano, sai ano e a verdade é que, exceto as expectativas, tudo acontece sempre do mesmo jeito. Menos no último réveillon, que foi quando, de verdade, aconteceu algo fora do comum. Lembro que olhei para ela e gravei na memória aquele momento raro, a visão do seu pequeno rosto contorcido pelo primeiro choro. Enquanto ela ganhava a vida, eu fiquei observando os detalhes e confesso que não consegui achá-la nem um pouco bonita. Até fiquei preocupado pela feiura daquele estranho e pequeno ser que brotava todo amassado do seu aconchegante recanto, já causando estardalhaço e reclamando daquela situação desconfortável em que se encontrava.

Informações Técnicas
Marca
Tenda de Abraão
Referência
2.674

Utilizamos cookies com fins analíticos e para lhe mostrar anúncios relacionados com as suas preferências, segundo os seus hábitos e o seu perfil. Para mais informações, você pode visitar a nossa Política de Privacidade.